Resenha: As Aventuras de Pi – Yann Martel

As aventuras de Pi Livro capasTítulo: As Aventuras de Pi

Título Original: Life of Pi

Autor: Yann Martel

Páginas: 371

Editora: Nova Fronteira

Ano de Lançamento: 2001

_______________________________________

    Sinopse: ” Um dos romances mais importantes do século, As aventuras de Pi é uma narrativa singular de Yann Martel que se tornou um grande best-seller. O livro narra a trajetória do jovem Pi Patel, um garoto cuja vida é revirada quando seu pai, dono de um zoológico na Índia, decide embarcar em um navio rumo ao Canadá. Durante a viagem, um trágico naufrágio deixa o menino à deriva em um bote, na companhia insólita de um tigre-de-bengala, um orangotango, uma zebra e uma hiena. A luta de Pi pela sobrevivência ao lado de animais perigosos e sobre um imenso oceano é de uma força poucas vezes vista na literatura mundial.”

_________________________________________________________

Imagine que você estava em um navio e ele naufraga. Você consegue se salvar em um bote sava-vidas mas você fica à deriva no Pacífico por 227 dias. Você acha que teria forças para sobreviver? Difícil, não é? Complicaria mais se eu dissesse que você teria que passar por isso tudo na agradável companhia de um tigre-de-bengala adulto e com muita fome?

As Aventuras de Pi, de Yann Martel, é muito mais que uma história de sobrevivência e superação. É uma história sobre as coisas inacreditáveis, extraordinárias e além da nossa mera existência, que regem a natureza e a vida na Terra, que nos inspira e faz nos sentir pequenos diante de tanta vastidão no mundo. O autor conta de uma forma incrível uma história fantástica que vale a pena ser lida e relida.

A narrativa acompanha Piscine Molitor Patel, um jovem indiano que vive com sua família em um zoológico, o qual seu pai é o dono. Posso dizer que faz muito tempo que eu não me cativo e simpatizo tanto com um personagem quanto esse. Acompanhar o crescimento de Pi ( apelido do personagem) na primeira parte do livro é inspirador. O modo como ele vive entre os animais do zoológico, os entende e compreende é encantador. O modo como ele se apega a cultura e a religião é muito curioso. Pi é hindu, cristão e muçulmano. Pode parecer esquisito,  mas a forma como o personagem vê as religiões e seus sentimentos puros em relação a elas é de uma certa forma o que dá vida a narrativa. Existem diversos acontecimentos na infância de Pi que são fundamentais em momentos mais adiante no livro, pois vão determinar como ele irá enfrentar a grande aventura no Pacífico.

Yann-Martel (1)

Yann Martel

A descrição dos personagens, cenários, e animais ( pois muitos aparecem ou são citados no livro) é simples, de uma forma primorosa. Confesso que sempre tive um fraco pela Índia e por suas maravilhas, então a primeira parte do livro, que se passa boa parte na Índia, foi estonteante. Mas no quesito cenários, o mais estarrecedor é o Oceano Pacífico, que muda constantemente. Em um momento está uma calmaria total e mortal e em outro aparece uma tempestade terrível e mais mortal ainda.

As “desventuras” de Pi começam quando o pai de Pi decide que a família Patel vai se mudar para o Canadá. Mas durante uma tempestade, o navio em que eles estavam afunda, e Pi se vê em um bote com uma zebra, uma hiena, um orangotango e um tigre em meio ao maior Oceano do planeta. Se você entende um pouco de cadeia alimentar pode descobrir o que acontece com esses outros bichos. O âmago do livro é a convivência entre Pi e Richard Parker (o tigre) em um bote pequeno em um ambiente hostil.

É  muito interessante acompanhar tudo o que Pi tem que fazer para sobreviver. Essas coisas podem de levar do medo ao nojo. O conflito psicológico  que ele enfrente chega a ser angustiante. Cada dia na jornada de Pi é uma luta  por água e comida, não só para ele mas também para Richard Parker. As peripécias de  Pi pela sobrevivência são uma grande demonstração de engenhosidade e garra.

Pi passa por diversas aventuras e adversidades no Pacífico, algumas inimagináveis, até ser resgatado. O livro termina de uma forma simples, mas brilhante. É o que essa história é, simples mas ao mesmo tempo grandiosa. O bom é saber que depois de tudo isso o personagem teve um final feliz. Vale muito a pena ler essa emocionante história.

E eu recomendo muito o filme homônimo de 2012. O filme capta a essência dá história de uma forma belíssima visualmente. Não é a toa que esse filme foi o maior ganhador dos Oscar no ano passado.

As-Aventuras-de-Pi

Poster do filme de 2012

Nota: 9,5/10

Espero que vocês tenham gostado da resenha. Nos comentários você pode colocar sua opinião sobre a resenha, diga se gostou ou não gostou, diga o que você acha que possa melhorar, alguma sugestão para uma próxima resenha, uma crítica, uma bronca, algo construtivo para podermos melhorar o blog. Obrigado por lerem. Até logo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s